Pavlova com Doce de Ovos


A primeira vez que fiz uma pavlova foi um desastre, uma situação que me deixou sem vontade de voltar a tentar.

Claro que o erro foi todo meu, mas todo mesmo, não bati as claras o suficiente para não se sentir o açúcar e claro o tempo, sim o tempo, para mim este é um elemento fundamental para o sucesso da pavlova e eu não o cumpri.

Mas eu adoro pavlovas, é fantástica a combinação do crocante com o interior esponjoso, e para terminar a cobertura dá uma grande ajuda para que se torne irresistível.


Desta vez segui a receita à risca e ainda li algumas sugestões para obter bons resultados, encontram várias receitas em vídeo na Internet o que é sempre uma grande ajuda.

Optei por cobrir a minha pavlova com doce de ovos para aproveitar as gemas, mas podem sempre colocar natas, fruta, mousse de chocolate, caramelo salgado entre muitas outras sugestões.

Não estava na minha lista trazer esta sugestão, mas já tinha saudades de participar no Sweet World e como a vontade era tanta aqui deixo a minha participação, querida Lia espero que gostes tanto como nós por cá!

Já agora passem no blogue da Lia e vejam as pavlovas que por lá andam, todas perfeitas...


Pavlova com Doce de Ovos
receita retirada do blog As Minhas Receitas de Joana Roque

  • 5 Claras 
  • 220 gramas de açúcar
  • 2 colheres de chá de amido de milho peneirado
  • 2 colheres de chá de vinagre branco 

Doce de Ovos
  • 5 gemas de ovo
  • 150 ml de água 
  • 200 gramas de açúcar 
  • amêndoa picada para decorar 

Num tacho pequeno colocar o açúcar e a água. 

Levar ao lume até ferver, deixar ferver cerca de 3 minutos, retirar e deixar amornar. 

Bater as gemas de ovo muito bem com uma vara de arames, juntar 2 colheres de sopa da calda, e mexer até estar tudo bem dissolvido, passar por um passador. 

Juntar lentamente a calda às gemas mexendo muito bem com a vara de arames. 

Levar ao lume e mexer até engrossar.

Retirar e deixar arrefecer totalmente antes de aplicar. 


Confecção da Pavlova 

Ligar o forno a 150ºC. 

Bater as claras em castelo, mas sem ficarem demasiado duras.

Acrescentar o açúcar, uma colher de sopa de cada vez, batendo muito bem entre cada adição, deve certificar que o açúcar foi dissolvido e só depois juntar a próxima colher.

Juntar o amido de milho peneirado e o vinagre, mexer muito bem com uma vara de arames de forma a ficar tudo muito bem envolvido. 

Deve obter uma mistura brilhante e dura. 

Forrar um tabuleiro de forno com papel vegetal e desenhar um círculo de 20 cm, virar o papel para a pavlova não ter contacto com a tinta da caneta.

Colocar a mistura das claras no círculo desenhado e com ajuda de uma espátula de borracha moldar as claras para que estas fiquem dentro do círculo. 

Levar ao forno a pavlova a 120ºC, durante 1 hora e 20 minutos, evitar abrir a porta do forno durante este período de tempo. 

Deixar arrefecer totalmente a pavlova dentro do forno. 

Colocar no prato de serviço, espalhar o doce de ovos e a amêndoa picada. 

Bom Apetite..

4 comentários:

  1. Vou experimentar. Obrigada pela partilha.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Querida sandra, que bom que te rendeste ao encanto da Pavlova e voltaste a fazê-la para o nosso SW.
    Não me deixaste o link, mas lembrava-me desta maravilha e assim vim cá pescá-lo...
    Gosto da sugestão do doce de ovos, pois adoro o mesmo e o interior dessa pavlova está perfeitíssimo e super "marshmallow".
    Obrigada linda e um grande beijinho,
    Lia

    ResponderEliminar
  3. Fez-me lembrar ovos moles e como temos de voltar ao nosso lugar!
    Ficou tão linda esta pavlova bem docinha.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar