Matcha Latte


Uma chávena de uma bebida quente nas mãos, o livro aberto sobre o peito que tantas vezes se fecha e uma manta sobre os pés, este é o cenário destes dias mais frios, é o meu cenário, é aquele momento só para mim que vou esticando mais e mais. 

Sou fã de matcha, é verdade que o seu sabor forte pode intimidar mas depois acredito que acabem por gostar.
Felizmente por cá já há um local que serve matcha latte e golden milk acompanhado com uma  french toast , é um lanche guloso e reconfortante para os dias frios, se vierem a Ponte de Lima não deixem de irem ao Maria Rosa.

Fiz este matcha latte numa manhã fria, aqueci o coração com ele ao lembrar-me das mini férias deste ano pois o frasco com o matcha veio de lá e enquanto bebia desejei que tudo voltasse ao normal...


Matcha Latte 
receita retirada do livro Detox Natural da Joana Alves
  • 250 ml de bebida vegetal 
  • 1 colher de chá de matcha em pó
  • 1/2 colher de chá de canela em pó
  • 1 colher de chá de baunilha em pó 

Colocar o matcha na caneca que vão servir. 

Aquecer a bebida vegetal com a canela e a baunilha. 

Dissolver o matcha com um bocadinho de bebida e preencher com a restante, mexendo sempre. 

Para fazer a espuma na bebida podem utilizar um mini batedor de leite eléctrico. 

Bom  Apetite...

Panna Cotta de Cacau


Que saudades de cá vir, de escrever, de escolher uma receita e de fotografar.
Partilho cada vez mais a ideia que tudo que fazemos deve ser feito porque gostamos, porque nos faz feliz e nunca por imposição ou mesmo por "modas". 

Durante estes meses que fiquei por casa testei várias receitas e algumas delas passaram a ser as eleitas, há a receita de uma regueifa que faz lembrar as das padarias, um bolo de bolacha com ar de semifrio que já lhe valeu a categoria de melhor bolo que fiz até hoje! 

E há esta panna cotta, uma receita tão boa, com uma textura leve, bastante gulosa e viciante, faz lembrar a mousse de chocolate, embora eu ache que é bem melhor. 


Panna Cotta de Cacau 
receita retirada do livro Modern Baking de Donna Hay
  • 30 ml de água morna 
  • 3 colheres de chá de gelatina em pó
  • 500 ml de natas
  • 2 colheres de chá de extracto de baunilha 
  • 330 gramas de açúcar
  • 100 gramas de cacau 
  • 250 ml de leite 
  • cacau para polvilhar 

Numa tigela colocar a água e salpicar a gelatina, reservar. 

Numa panelinha misturar com a vara de arames as natas, o açúcar, o cacau e a baunilha, levar ao lume até levantar fervura mexendo sempre. 

Juntar a gelatina e dissolver muito bem na mistura anterior. 

Retirar a panelinha do lume e acrescentar o leite, voltar a misturar tudo. 

Distribuir o preparado por taças e levar ao frigorífico durante 12 horas. 

Polvilhar com cacau e servir. 

Bom Apetite...

Mini tartes Merengadas de Citrinos


Dias estranhos e diferentes estes que estamos a viver. 
De um dia para o outro a nossa liberdade foi reduzida, os afectos foram deixados para outros momentos e adiamos tantos projectos e desejos que iriam trazer boas recordações. 


Acredito que "Vai Ficar Tudo Bem", mas infelizmente enquanto tudo isto não passa, haverá muitos momentos tristes, haverá sacrifícios, incertezas, e uma vontade enorme que o tempo desta vez passe a correr. 

Nunca pensei, tal como muitos de vós passar por uma situação destas, mas também sei que muito depende de mim e como tal tenho feito tudo que é pedido, e espero que façam e entendam que é absolutamente necessário cumprir todas as regras para sermos nós os campeões e não o vírus. 

Nestes dias por casa aproveitei para organizar os livros de culinária e ao folhear este livro da Linda lomelino vi estas mini tartes tão bonitas que nem pensei duas vezes, peguei no livro e fui logo para a cozinha. 

É uma receita muito fácil de fazer, com ingredientes que temos sempre por casa, ficam tão saborosas, o contraste do sabor cítrico com a textura do merengue foi o que mais gostei, se gostam de receitas bonitas esta é uma, e ao olhar para estas mini tartes, parece que está tudo normal...


Mini Tartes Merengadas de Citrinos 
receita retirada do livro Lomelino´s Pies de Linda Lomelino

Massa
  • 125 gramas de manteiga
  • 1/4 de colher de chá de sal marinho 
  • 1 1/3 de chávena de farinha de trigo 
  • 1/4 de chávena de açúcar em pó 

Recheio 
  • 1 lata de leite condensado 
  • 3 gemas (reserve as claras para o merengue) 
  • 1/3 de chávena de sumo de citrinos
  • 2 colheres de chá de raspa de citrinos 
  • 1/4 de colher de chá de sal marinho

Cobertura Merengue
  • 3 claras
  • 3/4 chávena de açúcar

Massa
Pré-aqueça o forno a 180 ºC.

Forrar com papel vegetal 7 mini formas de tarte.

Misture a farinha, o açúcar e o sal numa taça.

Derreta a manteiga e junte à mistura anterior, trabalhe os ingredientes com as pontas dos dedos até obter uma massa homogénea.

Divida a massa por partes iguais e forre as mini formas.

Pique a massa com um garfo.

Leve ao forno cerca de 18 minutos, ou até o fundo começar a ganhar cor.

Retire e deixe arrefecer sobre uma rede de cozinha.

Recheio 
Numa taça bater com uma vara de arames todos os ingredientes até obter um creme.

Distribuir o recheio pelas formas.

Levar a cozer ao forno cerca de 15 a 17 minutos.

Tirar as mini tartes do forno e deixar arrefecer totalmente.

Cobertura 
Colocar o açúcar e as claras numa taça resistente ao calor e levar ao forno em banho-maria e bater a mistura com uma vara de arames até atingir os 65ºC ou o açúcar derreter e estar quente.

Retirar a taça do lume e bater com a batedeira até ficar bem espesso e arrefecer.

Distribuir o merengue pelas mini tartes com ajuda de um saco de pasteleiro e caramelizar com um maçarico.

Bom Apetite...

Madalenas de Café e Cacau


2020, aqui está ele, que número mágico e que vontade de não o deixar escapar.

Não tenho resoluções para este novo ano, deixei de as ter assim que a vida começou a pregar partidas, mas tenho sonhos e desejos e esses nem a vida os tira ou apaga.

Tenho desejos para mim e para vós, os mesmos, um ano cheio de saúde, amor e muita paz, um ano carregado de verdades, que seja um ano especial, e nunca se esqueçam que tudo que fazemos é nos retribuído...


E para festejarmos mais um ano têm uma receita doce, umas madalenas, façam o chá ou a cevada e vamos celebrar a vida e o melhor que nela pode haver.

Madalenas de Café e Cacau 
Receita adaptada do livro JOHN WHAITE BAKES

  • 100 gramas de manteiga derretida (sem ferver)
  • 3 colheres de sopa de café bem forte
  • 2 ovos grandes
  • 100 gramas de açúcar
  • 95 gramas de farinha
  • 20 gramas de cacau em pó

Pré-aquecer o forno a 190ºC. 

Barrar com manteiga e polvilhar com farinha formas de madalenas, reservar. 

Colocar os ovos, o açúcar e o café numa tigela e bater com a batedeira até obter uma mistura esbranquiçada, cerca de 15 minutos.

Peneirar a farinha com o cacau e adicionar à mistura anterior com a batedeira em velocidade baixa, acrescentar a manteiga e misturar.

Dividir a massa pelas formas e levar ao forno cerca de 10 minutos.

Retirar, desenformar as madalenas e deixar arrefecer sobre uma rede de cozinha.

Mergulhar cada madalena na cobertura de chocolate.

Bom Apetite...

Cobertura de Chocolate

  • 4 colheres de sopa de leite 
  • 40 gramas de chocolate para culinária em pedaços pequenos

Levar os ingredientes ao lume num tacho pequeno e deixar derreter, mexer até obter uma cobertura lisa e brilhante. 

Bolo de Natal


Podemos falar do Natal novamente?
Podemos relembrar o Natal da minha infância, as saudades desses dias e das pessoas que tanto amo e que já não estão cá?

Claro que sim!

As imagens nestes dias voam para a nossa árvore de Natal natural, toda ela decorada com fitas e com chocolates da Avianense, eram tantos, bolinhas, pinhas, o pai Natal e os Reis Magos, e depois existia o presépio, enorme, com direito a musgo e um rio com água, assim que deixámos de fazer tudo isto o cheiro a pinheiro e a terra nunca mais foi sentido aqui em casa.

Mas agora existem outros cheiros que vêm direitinhos da cozinha, não imaginam a mini pastelaria que por cá se cria. Há receitas que são feitas a triplicar!!

Afinal o Natal é partilha, e este bolo que hoje aqui trago foi tão mas tão elogiado que de certeza vai estar presente na mesa do dia 24 de alguém muito querido.


Bolo de Natal
receita retirada da revista Bimby, nº 109

  • 125 gramas de manteiga à temperatura ambiente 
  • 250 gramas de açúcar 
  • 3 ovos 
  • 250 gramas de farinha 
  • 2 colheres de chá de fermento em pó 
  • 40 gramas de vinho do Porto 
  • 20 gramas de aguardente 
  • 15 gramas de mel 
  • 5 gramas de compota de morango 
  • 5 gramas de geleia (usei de morango) 
  • 250 gramas de frutas cristalizadas picadas 
  • 50 gramas de nozes picadas 
  • raspa de um limão 
  • 1 pitada de noz-moscada
  • açúcar em pó para polvilhar 

Pré-aquecer o forno a 180º C.

Untar com manteiga e polvilhar com farinha uma forma. 

Bater com a batedeira a manteiga e o açúcar até obter um creme. 

Com a batedeira a trabalhar juntar as gemas uma a uma batendo bem entre cada adição. 

Misturar a compota, a geleia, as bebidas e o mel e acrescentar à mistura anterior com a batedeira em velocidade baixa. 

juntar a farinha, o fermento e voltar a bater tudo mas em velocidade baixa.

Adicionar a noz-moscada, o aguardente, o vinho do Porto, o mel, o doce e geleia de morango, bem como as nozes e as frutas, misturar com a batedeira na velocidade mais baixa. 

Bater as claras em castelo bem firme e com ajuda de uma espátula envolver na mistura anterior. 

Despejar a massa na forma e levar ao forno cerca de 50 minutos, se começar a queimar colocar uma folha de alumínio por cima do bolo. 

Retirar o bolo do forno e deixar amornar na forma sobre uma rede de cozinha. 

Desenformar e polvilhar com açúcar em pó. 

Bom Apetite...   

Preparado para Chocolate Quente


Chegamos a Dezembro, passa tão rápido o tempo, acho que falamos todos do mesmo nesta altura do ano, mas no fundo sabemos que o tempo é sempre igual, nós é que nos ocupamos mais. 

E Dezembro por cá é sem dúvida um mês muito preenchido, há aniversários, há festas e jantares de Natal, há uma árvore para montar e decorar, há listas de presentes, listas de compras, e há a minha lista favorita, a lista de doces e sobremesas a fazer para os dias 24 e 25. 


E eu gosto tanto do Natal, dos cheiros, das músicas, da alegria com que se fica horas e horas à mesa, das histórias que vamos contanto ,são momentos mágicos, dias que vão enchendo o coração e que quando passam deixam tanta saudade.

E Natal é partilha, e eu hoje trago uma sugestão para partilharem com aqueles que mais gostam, podem oferecer, ou então fazer em maior quantidade este preparado de chocolate quente e guardarem num frasco com tampa e nestes dias frios aqueçam as mãos com uma chávena desta gulodice.


Preparado para Chocolate Quente 
receita retirada do livro Presentes Culinários Feitos Por Si, de Alison Walker

  • 40 gramas de Cacau em pó
  • 85 gramas de açúcar branco 
  • 50 gramas de pepitas de chocolate 
  • 12 paus de canela 
  • 12 saquinhos 
  • mini marshmallows
  • 6 canecas para oferecer 

Numa taça misturar o cacau com o açúcar e juntar as pepitas de chocolate. 

Distribuir o preparado pelos 6 saquinhos, cerca de 3 colheres de chá por cada.

Colocar os marshmallows e os paus de canela nos restantes saquinhos.

Na caneca que vai oferecer colocar um saquinho de preparado e de marshmallows, bem como uma etiqueta com o modo de preparação.

Modo de Preparação: 

Despejar o conteúdo do preparado na caneca.

Aquecer 200 ml de leite até ficar bem quente, mexer com frequência

Deitar o leite sobre o preparado e mexer para dissolver.

Colocar por cima os  marshmallows.

Bom Apetite...

Crème Brûlée de Chocolate Branco


Crème brûlée faz lembrar o nosso leite-creme, faz lembrar a crema catalana dos nossos vizinhos espanhóis, e a mim, faz-me recuar no tempo e pensar nos dias bons que passei em Paris e nas pessoas que gosto tanto e estão nessa cidade.

Existem várias receitas para esta sugestão, com ou sem chocolate, aromatizado com laranja, café, baunilha e com alfazema e este último é o meu eleito, foi inclusive o primeiro crème brûlée que fiz.

Se ainda não sabem qual a sobremesa para este domingo têm aqui uma óptima escolha, uma receita muito fácil de fazer e rápida e claro, bem gulosa!


Crème Brûlée de Chocolate Branco 
receita retirada do livro Deliciously Chocolatey de Victoria Glass

  • 600 ml de natas 
  • 1 vagem de baunilha 
  • 8 gemas de ovo
  • 50 gramas de açúcar 
  • 100 gramas de chocolate branco em pedaços pequenos 
  • açúcar para polvilhar 

Pré-aquecer o forno a 150ºC. 

Numa panelinha colocar  as natas e as sementes da vagem de baunilha, levar ao lume até começar a ferver, retirar.

Com uma vara de arames misturar muito bem o açúcar com as gemas.

Acrescentar à mistura anterior as natas misturando sempre com a vara de arames, juntar o chocolate em pedaços e continuar a mexer até estar tudo bem misturado.

Dividir o creme por taças que possam ir ao forno e colocar num tabuleiro.

Adicionar água a ferver no tabuleiro até estar a metade da altura das taças.

Levar ao forno cerca de 45 minutos.

Retira do forno e deixar arrefecer totalmente à temperatura ambiente.

Levar ao frigorífico cerca de 3 horas.

Na hora de servir polvilhar com o açúcar e queimar com o maçarico.

Bom Apetite...