Bee Sting Cake / Bolo Picada de Abelha


Às vezes acho que não preciso de mais livros de cozinha, que todos aqueles que tenho são suficientes, quem nunca teve o mesmo pensamento?

Acontece tantas vezes isto, e se não é com os livros é com sapatos, com mais uma mala ou mesmo uma saia, achar que nunca temos nada que vestir é tão recorrente!!

Sei que nunca vou fazer todas as receitas, que haverá algum que será mais usado que muitos outros, mas precisamos sempre de inspiração e conhecimento e na minha opinião nada bate um livro.


Se há momento em que sei que me falta algum livro é quando vejo o tema de mais um Sweet World, é sempre um desafio encontrar uma receita para participar.

Desta vez nem correu assim tão mal, encontrei vários livros com a receita do bolo picada de abelha, claro que todas diferentes, adorei o formato mini apresentado num dos livros, fiquei a salivar pelo recheio de creme de pasteleiro com compota de morango, mas no fim decidi-me por esta receita bem simples.

Ficámos todos surpreendidos com este bolo por ser tão simples mas tão bom, acredito que o recheio o torne assim guloso, mas o melhor mesmo é a cobertura, mais uma deliciosa descoberta que merece ser repetida. 

Podem ver a sugestão da Lia no seu Lemon and Vanilla e descobrirem a história deste bolinho, e o meu vai direitinho para mais um fascinante Sweet World.


Bee Sting Cake / Bolo Picada de Abelha 
receita retirada do livro Worlds Best Cakes

  • 340 gramas de farinha 
  • 3 colheres de chá de fermento em pó
  • 120 gramas de manteiga à temperatura ambiente 
  • 120 gramas de açúcar 
  • 100 ml de leite 
  • 3 ovos pequenos 
  • 1 colher de chá de extracto de baunilha 
  • 1 pitada de sal

Cobertura 
  • 60 gramas de manteiga 
  • 40 gramas de açúcar 
  • 40 gramas de mel
  • 100 gramas de amêndoa laminada
  • 1 colher de sopa de leite  

Creme de Pasteleiro 
receita retirada do livro As Receitas Escolhias de Maria de Lurdes Modesto
  • 4 ovos 
  • 175 gramas de açúcar
  • 2 colheres de sopa de farinha 
  • 5 dl de leite 
  • 1vagem de baunilha 
  • 1/2 colher de sopa de manteiga à temperatura ambiente 

Creme de Pasteleiro 

Fazer em primeiro o creme de pasteleiro.

Numa tigela misturar com uma vara de arames os ovos com o açúcar, acrescentar a farinha e a manteiga, voltar a misturar até ter um creme. 

Aquecer o leite com a vagem de baunilha até ferver, retirar do lume e verter em fio aos poucos sobre o preparado anterior mexendo sempre.

Levar a mistura ao lume fraco mexendo sempre até engrossar, retirar e reservar tendo o cuidado de ir mexendo até arrefecer para não ganhar película.

Reservar o creme no frigorífico.

Bolo

Pré-aquecer o forno a 160ºC.

Barrar com manteiga e polvilhar com farinha uma forma redonda com 20 cm.

Peneirar a farinha juntamente com o fermento e o sal.

Numa tigela misturar o açúcar com a manteiga até obter um creme homogéneo, acrescentar o extracto de baunilha e misturar.

Adicionar os ovos um a um misturando bem entre cada adição.

Juntar à mistura anterior a farinha alternada com o leite e misturar muito bem.

Verter a massa na forma e reservar até colocar a cobertura.

Cobertura

Numa panelinha misturar todos os ingredientes, levar ao lume até o açúcar estar derretido e tudo combinado, deixar ferver dois minutos, retirar.

Com ajuda de uma colher de sopa colocar a cobertura no topo do bolo.

Levar ao forno cerca de 50 minutos, caso esteja a queimar tapar com uma folha de papel de alumínio.

Retirar o bolo e deixar arrefecer totalmente na forma sobre uma rede de cozinha.

Desenformar e cortar o bolo em três.

Colocar uma das metades no prato em que vai servir o bolo e rechear com o creme de pasteleiro, dispor a outra metade por cima do creme e voltar a cobrir com o mesmo, por último colocar a metade com a cobertura de amêndoa.

Levar ao frigorífico até ao momento de servir.

Bom Apetite...

Bolachas de Aveia (Sem Açúcar)


O fim de semana está quase a chegar e por cá há previsões de um dia com chuva e as temperaturas a baixar, não era o que eu queria mas se tiver que seja!

Nem sempre tenho a possibilidade de estar os dois dias do fim de semana em casa, e confesso que fico um bocado chateada quando durante a semana o sol brilha e aquece e depois chega a sexta-feira e desaparece.


Gosto de planear os meus dias, e o fim de semana não é excepção, e com isto já tenho o mês de Maio ocupado, isto se não houver mudanças!

Quero muito voltar ao Senhor de Matosinhos, gosto tanto de lá ir, gosto das bancas com doces regionais, das tendas com muita loiça bonita, dos artigos em vime e não resisto a sorrir aos grilos nas casinhas de plástico que estão para venda.

E como aqui no Norte o que não faltam são festas e romarias, este domingo vamos passear pelas Festas das Rosas, podem pesquisar mais sobre esta romaria neste blogue, vão descobrir verdadeiras obras de arte feitas com pétalas de flores, e como de costume é neste dia que vejo as primeiras cerejas do ano.

E como não há domingo sem sobremesa, até essa está escolhida, vamos ter um semifrio de caramelo já conhecido por casa e vou testar uma receita para o doce desafio Sweet World, tenho a certeza que com ou se chuva vão ser bons momentos e docinhos.


Docinhas são também estas bolachas sem açúcar do livro Cozinha Vegetariana, alterei a receita para usar os ingredientes que tinha em casa, ficaram tão boas que decidi fotografar para vos trazer.

Neste fim de semana se a chuva vier, liguem o forno e façam estas bolachas e de certeza que vão ser mais felizes!


Bolachas de Aveia (Sem Açúcar) 
receita adaptada do livro Cozinha Vegetariana de Gabriela Oliveira

  • 2 ovos pequenos 
  • 2 colheres de sopa rasas de mel 
  • 2 colheres de sopa rasas de bebida vegetal 
  • 2 colheres de sopa de manteiga derretida 
  • 1 colher de café de extracto de baunilha 
  • 1/2 chávena de chá de farinha espelta 
  • 1/2 chávena de chá de flocos de aveia 
  • 1 colher de chá de canela em pó 
  • 1 colher de café de noz-moscada 
  • 1 colher de chá de fermento em pó 
  • 3 colheres de sopa cheias de sultanas 
  • 1 quadrado de chocolate preto partido em pedaços pequenos 
  • 1 pitada de sal fino

Pré-aquecer o forno a 170ºC.

Forrar um tabuleiro de forno com papel vegetal, reservar. 

Colocar numa tigela os ingredientes líquidos e misturar muito bem com uma vara de arames até obter uma mistura homogénea. 

Noutra tigela misturar os ingredientes secos e verter sobre os líquidos, acrescentar as sultanas e o chocolate, voltar a misturar. 

Retirar porções de massa com uma colher de sopa e dispor no tabuleiro deixando espaço entre cada bolacha. 

Levar ao forno cerca de 15 minutos. 

Retirar e colocar as bolachas sobre uma rede de cozinha. 

Bom Apetite...

Mini Pudins de Café


Hoje celebramos o dia da mãe em muitos países, um domingo que tem sempre um significado especial.

É verdade que não existe momento para demonstrarmos o nosso amor por aqueles que mais gostamos, mas sabe sempre tão bem um dia especial, e afinal mãe será sempre mãe.


Quem não se recorda dos presentes feitos na escola para este dia?

Lembro-me das fotos tiradas semanas antes para serem oferecidas como presente, vinham em formato coração e com um simples "Adro-te Mãe", depois cabia a cada um escrever uma dedicatória.

Existem tantas lembranças sobre estes presentes, uma colher de pau com palavras carregadas de carinho, uma moldura feita com molas de madeira, flores feitas em papel e claro muitos cartões em cartolina.


Por cá continuamos a presentear nossa mãe com um presente que geralmente é escolhido por ela, acho que a idade tem destas coisas e a surpresa passou para segundo plano dando prioridade ao que realmente ela necessita.

E claro há sempre uma sobremesa ao gosto dela, e pudim é sem dúvida o que ela mais gosta de fazer e comer.

Podem fazer esta receita sem caramelo, basta barrar com manteiga e polvilhar com açúcar recipientes próprios para forno, e se não tiverem grãos de café podem omitir esse passo, aconselho é a usarem um café bastante intenso. 


Mini Pudins de Café 
receita adaptada da revista tele-culinária nº 282

  • 6 ovos
  • 4 gemas 
  • 3 chávenas de chá de leite 
  • 1 chávena de chá de café bem forte 
  • 1 chávena e meia de açúcar 
  • 1 colher de sopa de açúcar baunilhado
  • 2 colheres de sopa de grãos de café 
  • caramelo liquido q.b.

Pré-aquecer o forno a 180ºC. 

Barrar 12 forminhas com o caramelo, reservar. 

Num tacho colocar os grãos de café com o leite, levar ao lume até ferver, retirar e deixar em infusão até arrefecer. 

Coar o preparado anterior rejeitando os grãos. 

Numa tigela misturar muito bem as gemas, os ovos e os açúcares, acrescentar o café e leite, voltar a misturar. 

Passar o preparado por um passador e distribuir pelas forminhas. 

Levar a cozer ao forno em banho-maria a 180ºC, cerca de 40 minutos, fazer o teste do palito.

Retirar e deixar arrefecer totalmente, guardar no frigorífico durante 8 horas.

Bom Apetite...

Bolo de Laranja


Fazer um bolo é um ritual, é uma descoberta de sabores e aromas, uma experiência capaz de nos deixar felizes e orgulhosos.

Vou gostar sempre deste ritual, de experimentar novas receitas, de usar novos ingredientes, de olhar pelo vidro do forno e ver como cresce, retirar e deixar que fique morno para depois cortar a primeira fatia...

Por mais vontade e necessidade que tenha em cozinhar fazer um bolo será sempre o que mais vou gostar.


Andava já há alguns dias com vontade de fazer um bolo de laranja, queria um simples, com os ingredientes de sempre, manteiga, farinha, açúcar e pouco mais, um bolo que me transportasse para as minhas primeiras experiências na cozinha. 

Essas memórias ainda hoje estão presentes em muitas conversas, sempre que faço um bolo com coco ralado lá me perguntam se vou voltar ao tempo antigo, isto porque os meus primeiros bolos e durante muito tempo levavam este ingrediente, mesmo que a receita não pedisse eu fazia questão de colocar nem que fosse a decorar.

Ainda hoje não sei o motivo para ter gostado tanto de coco ralado, mas sei que me trouxe momentos muito doces e hoje sempre que vem à conversa consegue fazer me sorrir

Não vos trago um bolo de coco ralado, mas sim um dos meus melhores bolos de laranja.

Quando o tirei do forno o cheiro era tão guloso que disse logo que este seria muito bom, e não me enganei, consegui sentir o aroma da laranja com a baunilha e a doçura de um bolo amanteigado.

Agora que os dias estão de chuva e as laranjas existem em abundância, liguem o forno e experimentem esta receita, uma chávena de cevada bem quente é uma óptima companhia...


Bolo de Laranja
receita retirada do livro Bon Appetit Desserts de Barbara Fairchild

  • 3 chávenas de chá de farinha 
  • 375 gramas de açúcar 
  • 4 ovos médios 
  • 180 gramas de manteiga à temperatura ambiente 
  • 1 colher de café de sal fino
  • 1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 1/2 colher de chá de fermento em pó
  • 1 colher de chá de extracto de baunilha 
  • 2/3 chávena de chá de buttermilk (colocar o leite na chávena e adicionar uma colher de chá de sumo de limão, deixar repousar 15 minutos)
  • raspa e sumo de uma laranja grande 

Calda 
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 1/2 chávena de chá de sumo de laranja 

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Barrar com manteiga e polvilhar com farinha uma forma.

Peneirar a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal para uma tigela, misturar com uma vara de arames, reservar. 

Bater com a batedeira eléctrica o açúcar com a raspa da laranja até estar tudo bem incorporado.  

Adicionar o extracto da baunilha e a manteiga, continuar a bater até a manteiga estar incorporada, ir raspando a massa que fica na tigela.  

Juntar os ovos um a um batendo muito bem entre cada adição e depois o sumo de laranja.  

Com a batedeira ligada em velocidade baixa acrescentar a mistura da farinha e por último o buttermilk. 

Despejar a massa do bolo na forma preparada e levar ao forno durante 50 minutos. 

Colocar todos os ingredientes num tacho pequeno e levar ao lume durante até  a manteiga estar derretida e  o açúcar dissolvido. 

Retirar o bolo do forno e colocar sobre uma rede de cozinha, picar com um garfo e despejar 3 colheres da calda morna sobre o mesmo, aguardar 10 minutos para arrefecer e depois desenformar sobre a rede de cozinha, verter a restante calda.  

Deixar arrefecer totalmente.

Polvilhar com açúcar em pó.

Bom Apetite...

Smoothie Bowl de Morango


O pequeno-almoço é das refeições que mais gosto, ou melhor, é mesmo a minha favorita.

Todos sabemos a importância da primeira refeição do dia, mas se hoje em dia não a prescindo, existiu uma época que começava o meu dia sem comer nada, e se o fazia era apenas com uma peça de fruta, andei muito tempo assim até que um dia por motivos de saúde fui obrigada a mudar esse hábito.

 Acredito que o mais importante em qualquer escolha alimentar são as nossa necessidades e gostos e não as opções dos outros só porque é moda ou porque virou superalimento!!

O meu pequeno-almoço favorito continua a ser uma cevada bem quente com bebida vegetal, um pão escurinho e uma fruta, mas gosto sempre de variar e experimentar, por isso é que trago esta sugestão.


Não sou a maior fã de abacate, bem sei que está na moda e eu até gosto dele mas tem que ser disfarçado!

Tenho a sorte de todas as semanas receber alguns abacates caseiros nesta época do ano e aproveito sempre para experimentar novas receitas, uma das eleitas foi esta, uma sugestão rápida para o pequeno-almoço ou lanche.


Smoothie Bowl de Morango
receita retirada do livro Deliciously Ella Every Day de Ella Woodward

  • 6 morangos pequenos cortados em pedaços
  • 1 banana pequena cortada em rodelas 
  • 1/2 abacate pequeno cortado em pedaços 
  • 5 colheres de sopa de bebida de amêndoa 
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • 1 colher de sopa de sementes de chia 
  • 1 colher de chá de manteiga de amendoim para decorar
  • 2 colheres de sopa de granola para decorar (usei esta)
  • 1 morango para decorar

Colocar a banana e os morangos no liquidificador e triturar, adicionar os restantes ingredientes e voltar a triturar até estar uma mistura cremosa. 

Colocar o preparado numa taça e decorar com a granola, a manteiga de amendoim e o morango. 

Bom Apetite!

Parfait de Fruta com Granola Caseira


Cada vez mais leio sobre a importância dos blogs e da evolução das redes sociais, leio muitas vezes bloggers a questionarem os seus leitores sobre a continuidade do blog ou de uma actividade mais intensa nas redes sociais, fico assim a pensar se ir a uma conta de instagram procurar uma receita é o  mesmo que ir a um blog. 

Mas não, para mim não é, quando visito determinado blog não me limito a copiar ou imprimir a receita, gosto sempre de ler tudo que por lá existe e de apreciar cada fotografia. 

Bem sei que manter um blog dá trabalho, e exige algum do nosso tempo, exige compreensão por parte daqueles que estão connosco, às vezes experimentasse a mesma receita mais que uma vez, esperasse para que se possa comer só depois das fotos estarem tiradas, e ainda podíamos falar sobre da necessidade de termos vários pratos, talheres, copos, frascos, paninhos e mil e uma coisas para que cada fotografia realce a publicação.


Por cá existe sempre alguma dificuldade em escolher a receita, e o facto de apenas colocar sugestões doces no blog não ajuda, confesso que os desafios em que participo ajudam e muito a resolver esta situação e a partir deste novo ano o That cake sweet todos os meses irá ter uma sugestão saudável, a primeira já saiu, umas papas de millet acompanhadas para um batido de laranja que fazem um duo perfeito para a primeira refeição do dia.

Desta vez trago uma granola, já por cá existe uma (granola de maçã), mas esta vem com uma sugestão de lanche que pode transportado para qualquer lado e com a possibilidade de variar nas frutas bem como no iogurte.

A granola feita em casa tem várias vantagens, uma delas é a possibilidade de utilizarmos os ingredientes ao nosso gosto, nesta podem alterar os alperces por figos secos, as amêndoas por nozes e avelãs, combinações não faltam.


Parfait de Fruta com Granola Caseira
receita retirada do livro In Mood for Healthy Food de Jo Pratt

Granola
  • 2 bananas médias bem maduras cortadas em rodelas 
  • 4 colheres rasas de óleo de coco derretido 
  • 4 tâmaras sem caroço picadas 
  • 250 gramas de flocos de aveia 
  • 50 grama de alperces picados 
  • 50 gramas de uvas passas
  • 100 gramas de amêndoas picadas grosseiramente 
  • 3 colheres de sopa de sementes de abóbora 
  • 3 colheres de sopa de sementes de girassol 
  • 3 colheres de sopa de sementes de linhaça 
  • 2 colheres de chá de canela em pó 
  • 1 colher de chá de gengibre em pó
  • 1 colher de chá de noz-moscada em pó 
  • 2 colheres de chá de extracto de baunilha 

Parfait
para duas doses 
  • 2 iogurtes naturais 
  • granola
  • fruta a gosto 

Pré-aquecer o forno a 160ºC.

Dispor num tabuleiro grande de forno uma folha de papel vegetal sobre o mesmo, reservar. 

Colocar num processador de alimentos as bananas, as tâmaras, a baunilha, as especiarias e o óleo de coco, triturar até estar um creme liso. 

Misturar numa tigela grande a aveia, a amêndoa e as sementes, acrescentar o preparado de banana e misturar.

Distribuir a granola pelo tabuleiro reservado e levar ao forno cerca de 50 minutos, mexer de 15 em 15 minutos.

Retirar e deixar arrefecer completamente e só depois guardar.

Parfait  

Colocar num frasco duas colheres de sopa de iogurte, duas colheres de granola e a fruta, fazer mais uma vez as camadas e polvilhar com granola. 

Bom Apetite...

Biscotti de Laranja, Figo e Amêndoas


Não tarda Janeiro termina e cada vez mais tenho a sensação que os dias passam tão rápido, não me  lembro de ter um dia em que chegasse ao fim de 4 horas de trabalho e pensar que já podia estar a terminar, chego a olhar para o computador com a ideia que são 10:00 horas e afinal já são 12:00, não gosto desta sensação tenho que confessar.

Janeiro é um mês frio, com chuva, um mês que não apetece sair de casa, mas é também nele que já noto os dias a crescerem, lembro-me de ouvir a minha querida avó Olivia dizer...Janeiro fora, mais uma hora, quem bem souber contar hora e meia vai achar...".



É neste mês que muita da fruta que mais gosto está em alta, as laranjas sumarentas, as tangerinas e clementinas que se comem a toda a hora, os kumquats que este ano são tão poucos, e os kiwis que vieram em abundância, esqueço rapidamente o frio e penso nas coisas boas de Janeiro e peço para não ir embora tão rápido.

Nos primeiros dias de Janeiro vamos terminando com os doces que ainda existem por casa, após o dia de Reis desfazemos a árvore de Natal e arrumámos as decorações, colocámos os frutos secos que sobraram ao centro da mesa para se ir comendo ao longos dos dias, foi ao olhar para eles que surgiu esta receita.


Biscotti, é um biscoito de origem italiana que coze duas vezes, crocante por fora e um interior bem mais suave, pode ser preparado com vários sabores, com ou sem fruta podendo ter ou não cobertura.

Quando li a receita fiquei com a sensação que iria sair daqui uma boa surpresa, fazia me lembrar um bolo de frutas que adoro, mas houve um momento em que quase desisti desta sugestão, enquanto fazia o rolo com a massa para levar ao forno esta pareceu-me mole demais, fui ver alguns vídeos de biscottis e realmente tinha razão a minha massa não formava um rolo rígido.

Decidi arriscar, tabuleiro no forno e a massa começou alargar, quase que ia desistir quando voltei a olhar e tinha um rolo achatado e a ficar firme com o tamanho ideal para depois cortar, portanto já sabem não desanimem pois vão ter uns biscoitos deliciosos e aromáticos para o lanche.

Esta é mais uma sugestão que vai direitinha para o desafio da nossa querida Marta, que todos os meses tem um ingrediente diferente à nossa espera...


Biscotti de Laranja, Figo e Amêndoas
receita retirada do livro Sweet and Tart de Carla Snyder

  • 100 gramas de amêndoas sem pele picadas grosseiramente 
  • 60 gramas de uvas passas
  • 280 gramas de figos secos cortados em pedaços pequenos 
  • 330 gramas de farinha sem fermento 
  • 1 colher de chá bem cheia de fermento em pó
  • 1/2 colher de chá de sal 
  • 250 gramas de açúcar 
  • 110 gramas de manteiga amolecida 
  • raspa e sumo(60ml) de três laranjas médias 
  • 3 ovos pequenos

Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Forrar um tabuleiro de forno com papel vegetal untado e polvilhado com farinha, reservar.  

Numa tigela misturar a farinha, o fermento e o sal.

Com a batedeira bater a manteiga com o açúcar e a raspa de laranja até obter um creme espesso.  

Adicionar os ovos um a um batendo entre cada adição, acrescentar o sumo de laranja e voltar a bater.  

Com a batedeira em velocidade baixa juntar a mistura da farinha, as amêndoas, os figos e as uvas passas, bater até estar misturado.  

Retirar a massa da tigela e colocar no tabuleiro reservado, formar um rolo comprido.    

Levar ao forno cerca de 40 minutos, ter atenção se começa a queimar, caso aconteça colocar uma folha de papel de alumínio por cima, está pronto a retirar quando tocar ao centro e não estiver mole.  

Retirar, colocar o tabuleiro sobre uma rede de cozinha e deixar arrefecer completamente, não desligar o forno. 

Cortar o rolo em fatias iguais e levar novamente ao forno durante 10 minutos, 5 minutos para cada lado do biscoito.

Retirar o tabuleiro e deixar arrefecer.

Bom Apetite...